Calvície - Causas

A alopécia androgênica ou calvície masculina ocorre em indivíduos geneticamente predispostos.

Sabe-se que cerca de 70% dos homens e 15% das mulheres irão apresentar algum grau de calvície durante a vida.

É normal encontrarmos famílias em que um irmão é calvo e outro não tenha esta tendência. Isso ocorre quando um lado (paterno ou materno) contém o código genético para a calvície e o outro não, sendo assim, um irmão pode herdar somente o lado paterno e outro somente o lado materno, porém quando os dois lados possuem forte tendência à calvície, dificilmente os filhos não serão calvos.

Normalmente na puberdade o organismo começa a produzir a enzima 5-alfa-redutase. Quando a testosterona se junta com a 5-alfa-redutase, se transforma em dihidrotestosterona (DHT). Os folículos pilosos são sensíveis a DHT e então inicia-se o processo de padrão masculino ou feminino de queda de cabelo (calvície). É a causa mais comum. Representa 95% de todos os tipos de queda de cabelo.

Também fatores externos podem levar à queda de cabelo, tais como: estresse, tratamentos medicamentosos, quimioterapia, diabetes, etc. Nestes casos, em quase sua totalidade, a queda é temporária e reversível.

Saiba como são classificados os graus da calvície